15/12/2018

JANEIRO | "Solidão"


Janeiro tem novo single “Solidão”, já disponível em www.janeiro.online, e anuncia 3 espetáculos em Lisboa, Porto e Coimbra no primeiro trimestre do próximo ano.

A música nova, agora apresentada, acompanhada de um vídeo que pode ser visto na sua página de YouTube, marca uma natural evolução artística agregando, na sua forma muito característica, a Pop e os beats eletrónicos às influências já reconhecidas pelo público, com ênfase no R&B e no Jazz. 

É de novo um momento especial, e que Janeiro sentiu necessidade que fosse acompanhado por 3 concertos únicos, onde a intimidade dos locais se fará sentir de forma vincada dando-nos a familiaridade de um artista, sem dúvida, destinado para palcos maiores.

XXIV FESTIVAL DE MÚSICA MODERNA CORROIOS´2019


Encontram-se abertas as inscrições para a XXIV edição do Festival de Música Moderna – Corroios’2019. As inscrições decorrem até dia 8 Fevereiro de 2019. Esta edição decorrerá nos dias 2, 9, 16, 23 (sessões) e 30 de Março (final) de 2019, no Cineteatro do Ginásio Clube de Corroios.

+ Info:

www.festivaldecorroios.net

JIMMY P | "Ano Novo"


"Ano Novo" é o single que marca o regresso de uma partida nunca assumida por parte do artista Jimmy P.

Já com um videoclip oficial, da autoria de T-Zimmermann, este é o tema de avanço do 4.º disco de originais do artista, "Abensonhado", a ser editado em Abril de 2019. Este disco contará não só com uma grande variedade de sonoridades como também de convidados e participações muito especiais.

"Ano Novo", a canção e vídeo, é uma celebração do futuro, uma forma otimista de olhar a vida e um desejo de entrar com o pé direito no novo ano que se aproxima. Como o artista diz no tema, "eu deixei o ano velho, vou viver o ano novo".

Com consistência e regularidade, Jimmy P nunca deixa os seus ouvintes à espera de música nova durante muito tempo. Assume esta postura perante a indústria musical e os seus respectivos fãs que, e apesar dos inúmeros projetos em que o artista está envolvido, voltam a ser brindados com nova música.

Com a participação de Deejay Telio, que não só produz o tema em parceria com o produtor SuaveYouKnow, como também cantou no refrão, Jimmy P traz-nos o primeiro single daquele que será o seu 4.º álbum de originais .


URSO BARDO | "Terra Queimada"


A Vida e Morte de D. Antónia" sucede ao registo de estreia da banda lisboeta Urso Bardo lançado em 2016, e vai chegar ao público a dia 18 de Janeiro do ano vindouro. “Terra Queimada” é o primeiro single retirado do novo disco e já está disponível em todas as plataformas digitais.

JERÓNIMO | Teatro de Vila Real

14/12/2018

PORTUGAL REBELDE | 12 Anos a Celebrar a Música Portuguesa!


O Portugal Rebelde comemora hoje 12 anos!

O blogue surge em Dezembro de 2006 (14 de Dezembro) e aos poucos foi-se tornando um aliado da boa música que se faz em Portugal. Espaço inteiramente dedicado à música lusa, é diariamente atualizado com informações e novidades, entrevistas, reportagens e muita música, permitindo aos visitantes estarem sempre a par do que por cá se vai fazendo, seja com projetos a despontar ou com artistas que nos fomos habituando a ouvir.

António Manuel Almeida é o autor. Natural de Peso da Régua, foi fazendo de tudo para fazer chegar ao interior do país a música que se vai fazendo, primeiro através da rádio, onde colaborou nos finais dos anos 80, na RDP – Rádio Alto Douro – depois, numa outra plataforma – a internet.

Com 12 anos de existência, 24 mil posts e cerca de 1 milhão de visitantes, a verdade é que o nome Portugal Rebelde já saltou da esfera virtual – emprestou o nome a duas coletâneas, uma revista, um programa de rádio e um festival mensal no Peso da Régua.

XUTOS & PONTAPÉS | "Duro"


Com 40 anos de existência, os Xutos & Pontapés são das poucas bandas portuguesas verdadeiramente transgeracionais, somando aos mais militantes adeptos dos seus primeiros tempos, novas gerações às suas fileiras de fãs.

O novo disco, “Duro”, é por isso mesmo um legado. Um legado de perseverança e persistência, de luto e de alegria, ansiedade e calma.

Os Homens do Leme continuam assim, a navegar e a fazer aquilo que sempre falou melhor por eles: Rock em Português! Hoje e sempre!


PEDRO ABRUNHOSA | “Espiritual” Atinge o Galardão de Ouro


Editado no passado dia 30 de Novembro, “Espiritual”, o 8.º álbum de estúdio de Pedro Abrunhosa, atingiu o Galardão de Ouro por mais de 7500 unidades vendidas. A notícia chega numa altura em que arrancou a nova Tour, com duas datas em Leiria em salas esgotadas. Na próxima semana “Espiritual” é apresentado oficialmente no Capitólio, em Lisboa, num evento exclusivo para os fãs e convidados.

O ano encerra com um grande concerto de Pedro Abrunhosa e os Comité Caviar numa noite que se prevê memorável, na Avenida dos Aliados, no Porto e que terá “Espiritual” em destaque no alinhamento.

Produzido por João Bessa e Pedro Abrunhosa, e interpretado pelos Comité Caviar, “Espiritual” conta com as participações internacionais da francesa Carla Bruni, da mexicana Lila Downs, da norte-americana Lucinda Williams, do brasileiro Ney Matogrosso e das portuguesas Ana Moura e Elisa Rodrigues. Também o percussionista inglês Karl Van Den Bosche e o guitarrista norte-americano Greg Leisz emprestam seu talento a este disco.


SENHOR DOUTOR MOSTRA EP DE ESTREIA AO VIVO


Deu-se a conhecer com o single “Miguel” e depois apresentou-nos o resto da família com o lançamento do EP homónimo há pouco mais de um mês. Com o segundo single "Quarta-feira" a rodar na rádio, Senhor Doutor mostra agora ao vivo de que é feita a mais fina flor do entulho.

Nascido e criado no meio da sobrevivência questionável, aos pré quarentas, este Senhor Doutor (vestido por Jorge Ferreira) vive no sentimento fantasma de pertencer sempre a outro lugar, que por fatalidade nunca irá ocupar.

O primeiro single, “Miguel”, assinalava já a deambulação de um doutor que veste fados, bossas e outros roques com um dandismo de rulote e nódoas na jaqueta. Com o Ep chega-nos o tema que conta a estória de Quarta-feira; o segundo single, e a confirmação da nostalgia de um Senhor Doutor que se mantém convicto de que um dos seus muitos esquemas, um dia, levará a fortuna e o glamour a bater à sua porta, finalmente.

Poderá ser já amanhã, quem sabe, dia 15 de Dezembro, às 19.00h, na Praça do Município, em Lisboa, onde atua incluído no ciclo "Histórias de Natal DN/KIA" para contar uma história de Natal, em forma de música, que com certeza não lembra nem ao Menino Jesus.

O seu nome? Não interessa! Apenas exige que o tratem por Senhor Doutor!

HAĒMA EM CONCERTO


Depois da primeira digressão pelo país com o seu disco de estreia, o belíssimo duo Haēma agita os nossos espíritos com concerto em Lisboa dia 22 de Dezembro, Sexta-feira, às 19.00h.

"Preamar" é o disco de estreia do duo Haēma e é também a onda mais alta da maré cheia, a hora que agita as águas e as faz rodopiar por entre as pedras, das que mal tropeçam começam a dançar, sem se deixar cair. Depois de uma gestação de baleia, preamar deu à nossa costa em Maio deste ano.

CARMINHO | "Maria"


Carminho oferece hoje, às 21.00h, algumas canções do seu novo disco “Maria” em showcase na Fnac Colombo. Ao mesmo tempo, o seu novo álbum é lançado hoje na Alemanha.

Depois do grande êxito conquistado com o álbum “Carminho Canta Jobim”, lançado em Dezembro de 2016”, a cantora portuguesa, considerada uma das maiores intérpretes da história da nossa música, está de regresso com um novo disco de originais, editado pela Warner Music Portugal. Já disponível desde o dia 30 de Novembro, em todas as lojas físicas e plataformas digitais.

“Maria” é o título que Carminho escolheu para o seu novo álbum, o quinto da sua carreira e o mais pessoal de sempre.

Um álbum em que participou activamente na sua produção e onde inclui várias canções de sua autoria. A Produção Executiva foi também da própria Carminho e de João Pedro Ruela, Diogo Alves, Marta Pelágio e Ruela Music.

A Gravação esteve a cargo de Artur David, assistido por Daniel Silva, nos Bela-Flôr Recording Studios, excepto “As Rosas” gravado no Atlantico Blue Studios. Misturas de Artur David e Carminho e Masterização de Fernando Nunes no Estúdio Pé de Vento.

Contou ainda com a participação na Guitarra Portuguesa de Bernardo Couto, nos temas “O Menino e a Cidade”, “A Mulher Vento” e “Se Vieres”; José Manuel Neto nos temas, “O Começo” e “Quero Um Cavalo De Várias Cores” e Luis Guerreiro nos temas “Sete Saias”, “Poeta” e “Pop Fado”.

Na Viola de Fado, Flávio César Cardoso; no Baixo Acústico, José Marino de Freitas; no Piano, João Paulo Esteves da Silva e Filipe Cunha Monteiro no Pedal Steal e Guitarra Eléctrica. Carminho toca também guitarra eléctrica em “Estrela”.

13/12/2018

BALEIA BALEIA BALEIA | Tour das Rabanadas


Depois de uma fulgurosa participação no Circuito Super Nova (onde percorreram 6 cidades e 6 salas cheias, lado-a-lado com os Cave Story e os Fugly), é tempo dos Baleia Baleia Baleia seguirem o seu próprio caminho. Assim e abraçando o espírito natalício iniciam no próximo dia 15 de Dezembro a Tour das Rabanadas.

15 de Dezembro - Café concerto Bar ACERT, Tondela

21 de Dezembro - Woodstock 69, Porto

22 de Dezembro - Uncle Joe's Bar, Esmoriz

23 de Dezembro - Lamego

27 de Dezembro - A9, Santarém

28 de Dezembro - Sur Mer,  Lisboa

29 de Dezembro - Casa Tangente, Elvas

Para além destas prendas no sapatinho, no primeiro trimestre do próximo ano, os Baleia Baleia Baleia irão ainda apresentar um conjunto de novidades e novas datas para 2019.

CONJUNTO!EVITE | “O Lead é que Decide”

Conjunto!Evite acabam de revelar o videoclip de “O Lead é que Decide”, terceiro single do do antecipado novo disco e que faz parte da colectânea Novos Talentos Fnac 2018.

O vídeo de “O Lead é que Decide” é uma colaboração entre a banda e o realizador Miguel Ângelo que resultou numa animação com toques de retrogaming sobre um desenho original de Miguel Faustino. A música foi gravada nos estúdios “A Casinha” e “BKK”, com mistura de Rodrigo Alexandre e master de Cajó.

Conjunto!Evite são uma banda de Rock Progadélico, conhecidos pelos temas “Ondas e Marés” e “Controla a Paranóia”. Sobre “O Lead é que Decide” e o novo disco, a banda revela que a canção “foi apresentada num ensaio e nunca mais saiu de cima da mesa. Uma drum machine, sintetizadores futuristas com a voz e as guitarras a unirem a música e uma letra que trouxe um significado especial à canção.


HMB | 3 Dias, 3 Salas, 3 Álbuns

12/12/2018

ORNATOS VIOLETA CELEBRAM AO VIVO O 20º ANIVERSÁRIO DE “O MONSTRO PRECISA DE AMIGOS” NO NOS ALIVE, MEO MARÉS VIVAS E FESTIVAL F


Para comemorarem o 20º aniversário da edição de “O Monstro Precisa de Amigos” em 2019, os Ornatos Violeta decidiram brindar o público, de norte a sul do país, com um curto regresso aos concertos, para a interpretação integral da sua obra seminal, em três grandes festivais: o primeiro, em Lisboa, no NOS Alive, a 11 de Julho; o segundo, em Gaia, no MEO Marés Vivas, a 20 de Julho; o terceiro e último, em Faro, no Festival F, a 6 de Setembro. Os bilhetes para os dois primeiros festivais já se encontram à venda nos locais habituais. Para o Festival F estarão disponíveis brevemente, em data a anunciar.

Editado a 22 de Novembro de 1999, “O Monstro Precisa de Amigos”, o segundo e último álbum de originais dos Ornatos Violeta, superou as expectativas criadas pelo disco de estreia, “Cão!”, e confirmou o talento de Manel Cruz (voz), Nuno Prata (baixo), Peixe (guitarra), Kinörm (bateria) e Elísio Donas (teclados) na composição de canções intemporais que, ano após ano, continuam a ser descobertas, recuperadas ou interpretadas pelas gerações mais novas. É o caso de "Capitão Romance” que conta com o convidado especial Gordon Gano, dos Violent Femmes, uma das maiores referências dos Ornatos Violeta, a cantar em português,"Chaga", "Dia Mau" ou "Ouvi Dizer” com a participação especial e inolvidável de Vítor Espadinha, verdadeiros tesouros do cancioneiro nacional.

Produzido por Mário Barreiros, “O Monstro Precisa de Amigos” foi o habitual “difícil segundo disco” que acabaria por se revelar o magnum opus da banda, quer a nível comercial, atingindo a marca de Platina quer, sobretudo, na recepção pelos fãs e crítica especializada, com a BLITZ a considerá-lo o terceiro Melhor Álbum Português editado nos anos 90 e um dos 25 melhores álbuns portugueses editados entre 1960 e 2000.

Formados no Porto em 1991, os Ornatos Violeta estiveram em actividade perto de uma década, durante a qual conquistaram o estatuto de banda de culto, graças aos dois álbuns editados e às suas intensas prestações em concerto. Em 2002 anunciaram a separação, regressando em 2012 para a celebração dos 20 anos da sua formação, com oito concertos especiais. Em 2019 voltam, para comemorar mais um marco, porque, 20 anos depois, “O Monstro (ainda) Precisa de Amigos”.


MUSICAL SOBRE A ADOLESCÊNCIA, COM MÚSICA AO VIVO DOS CLÃ, CHEGA AO CCVF EM JANEIRO


“Montanha-Russa”, espetáculo da dupla Miguel Fragata e Inês Barahona, à qual se junta a dupla Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo, da banda Clã, sobe ao palco do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, nos dias 18 e 19 de Janeiro. Teatro e a música disputam o palco, desafiando as convenções do “teatro musical”, como quem desafia as leis da gravidade num loop.

A NEGRA | Agenda

11/12/2018

FIRST BREATH AFTER COMA | "Heavy" Antecipa "NU", Um Disco Que Será Também Filme


Depois da nomeação para melhor álbum independente europeu com "Drifter" (2016), os First Breath After Coma apresentam o single "Heavy", canção e cena de lançamento do novo disco e filme "NU", a ser editado a 1 de Março de 2019.

O teledisco é lançado a 14 de dezembro, no mesmo dia em que a banda anuncia as primeiras 25 datas (3 das quais em Portugal) de apresentação de "NU". O primeiro single e cena, "Heavy", não é o começo nem ponto de partida de "NU", mas é a primeira e a melhor pista que os First Breath After Coma podem mostrar para introduzir todo o conceito metafórico e labiríntico do universo deste novo disco/filme.

“NU” (palavra em portuguesa com uma dicção muito semelhante à palavra inglesa para novo: "new") é uma peça audiovisual onde os First Breath After Coma e os Casota Collective ( um coletivo de produção de vídeo da própria banda) constroem uma história através do som e da imagem, explorando novas formas de tradução de emoções e de experiências, da música para o ecrã.

Segundo a banda, "'NU' começou como um álbum musical conceptual, mas rapidamente nos apercebermos que o próprio conceito de álbum precisa de uma reinvenção, de ser atualizado".

Ao invés de fazer um soundtrack ou uma banda-sonora para um filme, os First Breath After Coma fizeram o contrário e traduziram as histórias das suas canções e do seu disco em imagens. "NU" é apenas isso. Sem narrador, nem diálogos. O som do filme é o álbum, cada cena é uma canção, e o conjunto das cenas é "NU". O álbum é um filme de 40 minutos. A duração de um vinil. A duração de uma série televisiva.

Lançando 3 vídeos antes da edição do álbum, o filme, que conta com o ator Rui Paixão como protagonista, será visto na sua totalidade em Festivais de Cinema, depois da edição do disco "NU" em Março do mesmo ano.

"NU" é um disco com a chancela da Omnichord Records e é editado em CD, Vinil e digital a 1 de Março de 2019.

VINHOS & DISCOS | Plano B


A primeira edição do Mercado de Natal "Vinhos & Discos", acontece no Plano B, no próximo dia 15 de Dezembro das 14.00h às 20.00h.

Num ambiente descontraído de festa, poderão encontrar raridades em vinil e provar os vinhos de produtores selecionados para este mercado de Natal. Poderá ainda comprar diretamente aos produtores os vinhos que mais gostam para as suas prendas e jantares de Natal.

Um mercado especial com petiscos e música para animar o dia!

Entrada: 5€ com copo de prova

SONS À SEXTA | Fundão

10/12/2018

FESTIVAL TREMOR ANUNCIA PRIMEIROS NOMES PARA A EDIÇÃO DE 2019


Colin Stetson, Moon Duo, Pop Dell'Arte, Grails, Lula Pena, Lafawndah, Cave e The Sunflowers são os primeiros nomes confirmados na lista de concertos do Tremor 2019. 

O festival açoriano que promove uma experiência musical no centro do Atlântico anuncia hoje também duas das residências artísticas que marcarão a sua 6.ª edição: o encontro entre os ZA!, Rubén Monfort e as Despensas de Rabo de Peixe e o trabalho a ser desenvolvido pelo colectivo ondamarela, com a Escola de Música de Rabo de Peixe e a Associação de Surdos de São Miguel.

FLAK | "Os Tempos Estão a Mudar"


"Os Tempos Estão a Mudar" é o terceiro single retirado de Cidade Fantástica, novo disco do Flak, que foi lançado em Outubro. O disco foi editado com o apoio da Fundação GDA e distribuído nas lojas, em formatos CD e vinil, pela Rastilho. O vídeo, que acompanha a canção, foi filmado em Londres pelo próprio Flak, que também o editou.

Sobre "Os Tempos Estão a Mudar": "Peguei no refrão do Bob Dylan. A canção foi feita antes dele ganhar o prémio Nobel. Nem imaginava tal coisa. De resto, é apenas uma constatação de que os tempos estão sempre a mudar, quer queiramos quer não." (Flak).

Flak preparou para "Cidade Fantástica" um novo e ambicioso espectáculo ao vivo, estreado em duas noites mágicas no Teatro Ibérico no início de Novembro, com uma banda de 9 músicos, incluindo Luís Nunes (Benjamim), produtor do disco, e ainda o convidado Primeira Dama. Está a ser agendada para 2019 uma digressão, cujas datas serão partilhadas em breve.


CARTAZ | Concerto

09/12/2018

LUSITANIAN GHOSTS | "Godspeed To You"


Dia 21 de Dezembro marca a edição do tema “Godspeed to You”, dos Lusitanian Ghosts, disponível em todas as plataformas digitais. O single é editado em paralelo ao evento de apresentação da capa da edição em vinil do disco debut de Lusitanian Ghosts no Palácio Baldaya em Benfica, às 18.00h.

“Godspeed to You (“Swedish Mix”) é a nova mistura da faixa produzida por Ricardo Ferreira (BLIM Records) para o disco debut do colectivo Lusitanian Ghosts, cuja edição em vinil está confirmada para Abril de 2019.

CAROLINA DESLANDES | “Avião de Papel” com Rui Veloso é Single de Ouro


Avião de Papel”, o tema que Carolina Deslandes canta com Rui Veloso, é Single de Ouro. A canção, lançada em Fevereiro deste ano, antecipou o lançamento do também galardoado álbum “Casa”, que conta com produção de Diogo Clemente. 

O videoclip, realizado pela Madstudios a partir da história original que a própria Carolina Deslandes criou para “Avião de Papel” atingiu, em duas semanas, 1 milhão de visualizações, somando agora mais de 5 milhões.

Carolina Deslandes encontra-se, neste momento, numa pausa na sua digressão por questões pessoais, voltando no início do próximo ano para actuar, pela primeira vez, nos Coliseus, dias 15 de Março em Lisboa e 29 de Março no Porto. Os bilhetes já se encontram à venda.

PEDRO ABRUNHOSA E COMITÉ CAVIAR | Torres Novas

08/12/2018

KEEP RAZORS SHARP EM BRUXELAS E NO FESTIVAL EUROSONIC NOORDERSLAG


Keep Razors Sharp editaram o seu muito antecipado segundo disco "Overcome" em Outubro. A banda vai agora apresentar o novo material ao vivo no Festival Eurosonic Noorderslag na Holanda a 18 de Janeiro e no La Machine em Bruxelas, Bélgica, a 17. Antes disso atuam no Stereogun, em Leiria, a 22 de Dezembro.

Anunciam também uma nova parceria: a partir de agora o agenciamento da banda na Bélgica estará a cargo de Viktor Verleyen na Live Nation Belgium. A Live Nation Entertainment é uma das maiores empresas de musica ao vivo do mundo. A cada 18 minutos há um evento da Live Nation a decorrer. No ano passado a Live Nation levou música a 250 milhoes de fãs com 180.000 eventos em 44 países.

LAURUS NOBILIS VAI PASSAR O NATAL AO PORTO


Através de comunicado de impressa a Associação Ecos Culturais do Louro (AECL) entidade que organiza o festival de verão Laurus Nobilis Music Famalicão (LNMF) comunica que nos próximos dias 14 e 15 de Dezembro o Laurus Nobilis irá deslocar-se ao Porto, mais propriamente ao mítico Hard Club.

Será o Laurus Xmas Special – A Hell of a Xmas, um “mini” festival de dois dias que servirá de promoção ao Laurus Nobilis 2019, como também para os seguidores, “a família” do Laurus partilhar a harmonia que esta época natalícia proporciona. O Cartaz será dividido em três bandas por dia, só conta com bandas nacionais e que já pisaram os palcos do Laurus em edições anteriores.

Para o dia 14 os Bizarra Locomotiva são os cabeças de cartaz (banda que atuou na segunda edição do festival) e que dispensa apresentações, serão acompanhados pelos Revolution Within a banda de Aveiro que soube a pouco na última edição do Laurus, de Sintra vêm os Legacy of Cynthia mais um nome que quando passou pelo Laurus e deixou saudades.

Para o dia 15 o nome forte são os Tarantula que nesta ultima edição do festival foram simplesmente avassaladores, aliás desta já mítica banda de Heavy Metal não se espera outra coisa, subirão também nessa noite ao palco de Passos de Ferreira os In Vein, que também já dispensam apresentações dado a força dos seus concertos, para o Porto também seguem os Famalicenses Final Mercy banda que para o Laurus já não é estranha, é da casa.

Os bilhetes já se encontram disponíveis em www.laurusnobilis.pt como nos lugares habituais (Fnac, Worten, CTT...) podem também ser adquiridos na bilheteira do Hard Club, na Bunker Store, ou na Piranha Música, têm o preço de 15€ por dia.

CHAPA ZERO ANUNCIAM NOVO ÁLBUM


A Banda lisboeta Chapa Zero encontra-se a preparar a edição de um novo trabalho, a suceder o álbum "Fia-te na Virgem e Não Corras", cujo lançamento está previsto para o primeiro trimestre de 2019.

07/12/2018

ANTONIO BASTOS | "Red Love Blue Love"


A celebrar o lançamento do primeiro álbum a solo "Red Love Blue Love", Antonio Bastos termina o ano com novo videoclip para o tema que dá nome ao disco e reforça o espírito do amor com novo vídeoclip.

Depois de um ano com apresentações no Lisboa Dance Festival e Festival Bons Sons, o lançamento da edição numerada de vinil, o convite para integrar o concurso da banda sonora da Eurovision Song Contest'18, e ainda, a concretização de vários projetos com comunidades artísticas locais, Antonio Bastos despede-se de 2018 com mais amor.


SONGBIRD EM CONCERTO


Desde o lançamento do disco de estreia de Songbird, "Vol. I", em 2015, que o duo composto por Luís Figueioredo e João Hasselberg tem vindo continuamente a explorar novos temas e novos autores do nosso imaginário comum.

O ano de 2017 foi marcado pela construção e lançamento de um segundo volume, salientando novamente o poder que tem o formato canção e o amadurecimento desta interpretação conjunta entre Luís Figueiredo (piano) e João Hasselberg (contrabaixo).

Em comunicação repleta de um profundo lirismo e em forma de homenagem a cada melodia e a cada estória nela depositada, a magia do palco estende-se para a plateia, em cada serão e em cada sala.

Songbird é um projecto de canções que traz uma releitura de algumas composições de referência dos universos clássico, pop e folk português e internacional. Zé Rodix, Regina Spektor, Radiohead e mesmo os portugueses Jorge Palma e Mário Laginha/Luisa Sobral são alguns dos autores revisitados pelo duo neste seu trabalho.

Dia 14 de Dezembro reúnem-se no Auditório do Liceu Camões (Lisboa), pelas 21.30h.

LUÍS PUCARINHO | "Saiarodada"

CARTAZ | Concerto

06/12/2018

URSO BARDO | Casa Independente


Depois do lançamento dos primeiros singles "Valsa Escanifobética" e “Journey Back”, que fizeram parte do primeiro longa-duração da banda, os Urso Bardo preparam-se agora para apresentar o primeiro single do novo disco “Vida e Morte de D. Antónia”. 

“Terra Queimada” é a faixa escolhida que sairá já no dia 14 de Dezembro. Dia 15 a banda de Lisboa vai fazer apresentação exclusiva ao vivo do novo disco na Casa Independente. "A Vida e Morte de D. Antónia" sucede ao registo de estreia da banda de Lisboa lançado em 2016, e vai chegar ao público a dia 18 de Janeiro do ano vindouro.

UNIÃO DAS TRIBOS | “Ao Vivo no Paradise Garage”


Foi hoje editado o novo EP da União das Tribos intitulado “Ao Vivo no Paradise Garage”. Este EP é o primeiro de uma trilogia de discos ao vivo que a banda ira editar no próximo ano. As canções deste EP foram captadas no concerto que a banda deu no Paradise Garage, em Lisboa, no dia 02 de Junho de 2016, com a banda dinamarquesa D.A.D.

As canções “As Pedras que Nunca Pisei”; “A Razão de Acreditar”; “Viver Assim”; “Caminhar Sem Vaguear”; Só Eu Sei Porquê”; “Canção de Engate” e “Rockin in a Free World” espelham os melhores momentos da banda neste espetáculo no Paradise Garage. A trilogia Ao Vivo, ficará completa com mais dois lançamentos agendados para Setembro e Dezembro de 2019, respetivamente.

No Paradise Garage, a banda “salienta” os momentos de proximidade com o público que estes concertos em clube tornam possível. “Uma energia única de comunhão entre a banda e os nossos fãs”, diz António Corte-Real. Um registo para a história da banda e para os arquivos do rock em Portugal.

FILHO DA MÃE | Brasil

CARTAZ | Concerto

05/12/2018

CAPICUA E MOONSPELL BRILHAM NA FIL GUADALAJARA 2018


Portugal foi o país convidado da Feira do Livro de Guadalajara, no México – FIL Guadalajara 2018. CAPICUA & Mulheres da Lusofonia (com Sara Tavares e Eva Rap Diva) e a banda de heavy metal Moonspell foram duas das propostas musicais que mais marcaram a semana de espetáculos em português no Foro FIL, com capacidade para cerca de 3000 pessoas.

Capicua convidou Sara Tavares e Eva Rap Diva e juntas com M7 (MC), D-One (dj), Virtus (programações) e Ivo Costa (bateria) prepararam um espetáculo baseado na colaboração entre as várias vozes, os vários sotaques e as várias linguagens que se fundem na universalidade da música, da língua portuguesa e dessa riqueza maior que é a mistura. 

Diversidade e lusofonia representadas por três mulheres poderosas, numa sinergia perfeita que tornou vinte e quatro horas de chuva ininterrupta e de frio, numa noite quente com o público mexicano rendido ao som, à palavra e à sua garra.

O espetáculo contou ainda com a participação do artista plástico Vitor Ferreira que, em palco, junto aos músicos, desenhou ao vivo cada tema que foi sendo interpretado, tendo o seu trabalho sido muito elogiado por vários editores de livros presentes no espetáculo.

Moonspell fez história na FIL Guadalajara por, em 32 anos desta, ser a primeira banda de heavy metal a atuar no Foro FIL (cuja lotação esgotou), onde apresentou o seu mais recente disco em português e que retrata o Terramoto de Lisboa - 1755 – e ainda alguns dos maiores êxitos da sua já longa carreira e que o público mexicano tão bem conhece! Escusado será dizer que a terra tremeu em Guadalajara ao som dos Moonspell e que a noite foi apoteótica!

A passagem da banda pela FIL Guadalajara integrou ainda uma conferência de Fernando Ribeiro (vocalista e responsável pelas letras), no Pavilhão de Portugal, sobre Fernando Pessoa - ÓPIO, desejo ou vaidade - bem como a apresentação da biografia de Moonspell – Lobos que foram homens (Lobos que dueron hombres) - do jornalista Ricardo S.Amorim , traduzida para espanhol por dois fãs mexicanos do grupo, com edição da Alma Mater Books (do próprio Fernando Ribeiro). A biografia foi apresentada na maior sala da FIL, com casa cheia e pela mão do amigo e escritor José Luís Peixoto, muito admirado pelos leitores mexicanos.

SEQUIN | Musicbox


O presente ano ficará marcado pelo regresso de Sequin às edições. "Born Backwards", produzido por Xinobi, é o terceiro registo discográfico do projecto liderado por Ana Miró, que tem em "Honey Bun" e "Queen" os singles de apresentação.

Para celebrar e encerrar 2018 da melhor maneira, Sequin tem festa marcada para o dia 14 de Dezembro no Musicbox (Lisboa), num concerto que contará com os convidados especiais: Surma, Óscar Silva (Jibóia) e Janeiro. Já a primeira parte, com início pelas 22.00h, ficará a cargo dos Madrepaz.

Em palco, Sequin, aka Ana Miró (voz / programações), terá a companhia de Filipe Paes (teclados), Tiago Martins (baixo) e Gonçalo Duarte (guitarra). 

ALEX | "Lei Animal"


“Bruto” é o título do primeiro álbum a solo de Alex, cuja sonoridade e estética são agora desvendadas no seu single de arranque, “Lei Animal”. O músico que confessa ter-se arrepiado a cantar o tema em estúdio, conta com a guitarra portuguesa de João Ferreira Martins a musicar as palavras de Tim, a composição dos Xutos & Pontapés.

Alex classifica a abordagem e mensagem de “Bruto não num sentido rude, mas natural, direto e acima de tudo autêntico. Aquilo que que vou cantar e partilhar são os meus valores, a minha atitude, o meu lado animal que tem fome e é quente”.

Nove anos depois de fundar o Lado Esquerdo, Alex afirma querer “estabelecer um corte entre o que aconteceu até aqui e o que vai acontecer a partir daqui. É uma outra história, gostava de pisar palcos especiais/diferentes, conceber um concerto que se concentra naquilo que vou dar e receber das pessoas. Estou munido de uma adrenalina muito positiva, com a inocência e expectativa que me definem pela criança que nunca deixei de ser”.


BLUISH | Braga


Formados por Vera Vaz e João Farmhouse (ex-baixista dos Mighty Sand), os Bluish (fka Veer)   apresentam uma sonoridade assente num instrumental minimalista, juntando vozes e sintetizadores a uma guitarra que compassa entre a suavidade e rebeldia, criando uma atmosfera etérea de melodias que nos abraçam com nostalgia e cumplicidade.

Regressados há pouco de uma tour europeia que os levou por Espanha, França, Alemanha, República Checa, Bélgica, Reino Unido e uma passagem pelo mítico VERA Groningen na Holanda, onde foram espalhando a magia da sua sonoridade, os Bluish são também convidados para os Novos Talentos Música Fnac 2018.

Lançado no dia 1 de Novembro, "On Our Own" é o primeiro trabalho discográfico da banda lisboeta e contou já com apresentações ao vivo no Musicbox (Lisboa), Café au Lait (Porto) e Salão Brazil (Coimbra).

07 de Dezembro - Livraria Mavy, Braga

Entrada Livre

RITA REDSHOES | Lamego

PALAS | Vila Nova de Famalicão

PAULO DE CARVALHO | Torres Novas

04/12/2018

LINDA MARTINI | Casino Lisboa


Os Linda Martini estreiam-se, na próxima segunda-feira, 10 de Dezembro, a partir das 22.00h, no Casino Lisboa. Em noite de concerto “Arena Live”, André Henriques, Cláudia Guerreiro, Hélio Morais e Pedro Geraldes sobem ao palco central do Arena Lounge para apresentar o novo álbum homónimo da banda. A entrada é livre.

Com o novo disco, editado este ano, os Linda Martini regressam, assim, ao rock "mais cru" dos primórdios da carreira. É, precisamente, ao vivo que este quarteto revela toda a sua força, com concertos explosivos, uma máquina bem oleada que cruza velocidade rítmica com serenidade melódica.
/>